Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Nova colecção ASA/ Público: «U-Boot»

A Asa está prestes a lançar, em conjunto com o jornal Público, a nova coleção semanal de banda desenhada: U-Boot, de Jean-Yves Delitte!

Maio de 1951 – No coração da selva amazónica, uma expedição de cartógrafos ingleses descobre o casco completamente destroçado de um U-Boot, submarino alemão da Segunda Guerra Mundial. Que terá sido feito da sua tripulação, dada como morta em Março de 1945 em pleno Oceano Atlântico?

U-Boot

Veneza, Junho de 2059 – Mais de um século depois, um estudante e o seu professor são assassinados. E posteriormente, em Setembro, uma misteriosa explosão no cimo de um edifício causa uma nova morte.
Que relação poderá existir entre estes factos? Mesmo correndo risco de vida, um grupo de homens decidiu empenhar-se em resolver este enigma. Outros, todavia, fazem questão de o ocultar com igual determinação. O pior ainda está para vir…

O desfecho será forçosamente sangrento!

A coleção será em formato franco-belga, a cores e capa dura com plastificação brilhante, miolo cosido, e com lançamentos semanais a partir de 29 de Junho de 2022. Cada volume ficar por 10.90€

A série é completa e saiu em França entre 2011 e 2015 (Vejam algumas imagens do interior mais abaixo).

Lista de Lançamentos:

1. Doutor Mengel
29/06/2022

U-Boot Vol. 1

2. Herr Himmel
06/07/2022

U-Boot Vol. 2

3. Jude
13/07/2022

U-Boot Vol. 3

4. Tio Harry
20/07/2022

U-Boot Vol. 4

Algumas imagens do interior da edição original francesa (não representa a edição portuguesa):

Jean-Yves Delitte é actualmente pintor oficial da Marinha belga e membro titular da Academia das Artes e Ciências do Mar. Arquitecto-designer de formação, foi ainda durante os seus tempos de estudante que viu as suas primeiras histórias em banda desenhada serem publicadas na lendária revista Tintin.

Posteriormente, uma sucessão de felizes encontros vai permitir-lhe dedicar-se cada vez mais à Nona Arte, com Donnington, Les Coulisses du Pouvoir, Tanâtos e Les Brigades du Tigre, ou ainda as duas tetralogias intituladas Le Neptune e Les Nouveaux Tsars.

Mas o seu talento viria a demonstrar-se em toda a sua plenitude nas temáticas relacionadas com o mar, ao criar verdadeiros frescos marítimos em BD. Imagina, assim, as aventuras de um corsário ameríndio em finais do séc. XVII, com a sua série Black Crow. Relata também a história da prestigiada barca de três mastros Belém, da majestosa fragata Hermione, ou ainda da romanesca aventura da Bounty.

Dá-nos depois uma perspectiva angustiante do nosso futuro com a tetralogia U-Boot, antes de lançar a colecção Les Grandes Batailles Navales, de que é o curador. Em 2020 dá início a uma nova série de livros de luxo, realizada a quatro mãos com Jean Benoît Heron, cujo primeiro volume, À Bord des Frégates, é distinguido com o Prémio Marine Bravo Zulu. Nesse mesmo ano publica um díptico consagrado a Black Beard.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.