Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Jogos: Seven Pirates H – Análise

Seven Pirates H chega à Nintendo Switch como a nova proposta de RPG da Eastasiasoft. Será que estas piratas nos irão divertir?

 Seven Pirates H

Penso que repetir isto nunca é demais, mas, a verdade é que a minha relação com a Eastasiasoft nunca foi a melhor, tendo sempre entregado jogos que considero medíocres ou que não trazem nada de novo para o mundo dos videojogos. Com este lançamento, Seven Pirates H, que na realidade é uma remasterização de um jogo anteriormente lançado para o falhanço épico da Sony, que foi a PlayStation Vita, pensava que teríamos uma proposta diferente que fosse agradar mais os jogadores. Estava completamente errado.

Seven Pirates H

A verdade é que este é apenas mais um jogo da Eastasiasoft, apenas mascarado de RPG em que controlamos um grupo de piratas que por alguma razão também são monstros. Controlamos Parute neste jogo, uma pequena monstro-pirata que vai “conquistando” novas parceiras ao longo da sua viagem, enquanto viaja por ilhas no mar Monsupi, a bordo de Otton, que por algum motivo também é um monstro que se materializa para falar connosco.

No entanto, existe algo que falta aqui, não é? Um jogo da Eastasiasoft que não é perverso? Claro que não! Está tudo aqui! Desta vez, a desculpa que utilizam chama-se “Booby Training” e, tal como já podem adivinhar pelo nome, temos que mexer no peito das nossas personagens de forma a crescer e aumentarmos os atributos das personagens. Portanto, aumentamos vários atributos durante esta fase do jogo, o que poderá parecer a maior parvoíce que poderia existir. Se é um sistema inovador? Definitivamente não! Parece só mesmo uma desculpa para despertar o lado mais perverso do jogo.

Seven Pirates H

Por outro lado, durante as nossas aventuras, podemos encontrar várias cavernas para explorar. A questão da exploração e do combate é bem aplicada, devo admitir, mesmo que por vezes não exista uma grande variedade de cavernas, o que levará a que o jogador a aborrece a certo ponto. Agora, peço ao leitor que imagine jogar este jogo durante cerca de 13 ou 14 horas que será o tempo que deverá acabar a completar este jogo. Sim, chegarão ao fim do jogo cansados e sem vontade de ver mais piratas.

Seven Pirates H

Resta concluir que, Seven Pirates H é um conceito interessante e que poderia ser um jogo fantástico, mas, claro que a Eastasiasoft teria que fazer das suas e voltar a fazer um jogo medíocre e sem conteúdo, apenas com uma desculpa demasiado perversa.

Nota Final: 5/10

Seven Pirates H está disponível para a Nintendo Switch

Editora: eastasiasoft
Desenvolvedores: Idea Factory, Compile Heart, Felistella

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.