Jogos: Análise – Baron: Fur is Gonna Fly

Longínquos vão os tempos em que a malta se juntava à volta de uma consola e jogava, principalmente, jogos de corridas ou desportos. Com a chegada e popularização dos modos multijogador online, tornou-se cada vez mais fácil jogar com ou contra outras pessoas, oriundas que qualquer parte do mundo.

Esta memória revivalista acentuou-se enquanto jogava Baron: Fur Is Gonna Fly, um divertido jogo de aviões clássicos, da era da 1ª Guerra Mundial, onde as personagens são animais. Cada uma delas está maravilhosamente apelidada com um nome apropriado, como a cobra Lieutenant Lewiss ou a gata Squadron Leader Mittins, ou o favorito pessoal Major Henry, um urso pardo.

Ainda que a escolha da personagem não afecte as capacidades no ar, a escolha do avião pode mudar o rumo da batalha, tendo ao dispor uma pequena variedade de aviões com variáveis de peso, tamanho e outros aspectos que podem decidir o vencedor.

As batalhas decorrem em um só ecrã, sem limites nas laterais, onde o grande objectivo é disparar e derrotar os outros oponentes, até ao máximo de 8 jogadores, mas longe de ser uma tarefa fácil. Novos jogadores terão que se habituar a uma jogabilidade arcada, um bocadinho diferente que é usual. Frequente foram as vezes que o avião despenhou-se pela decisão errada de empurrar o joystick do lado oposto do que deveria de ser. Uma vez habituado, a jogabilidade é altamente recompensadora quando disparamos nos alvos andantes, diga-se, outros jogadores e vencer as partidas.

  Pixel Game Maker MV Game Development Challenge tem vencedores anunciados!

É criada uma certa competitividade ao vermos os vários aviões no ar, sobretudo em jogos de todos-contra-todos, onde o último sobrevivente vence. Mas essa mesma é feita de uma forma leve, animada e que incentiva múltiplas desforras.

Tudo o resto em Baron: Fur Is Gonna Fly é fantástico, com uma banda sonora original, inspirada nas velhas músicas de guerra, os cenários que servem de pano de fundo e todo um leque de pormenores que é impossível não apreciar.

No fim, estamos perante um jogo que irá agradar tanto a jogadores casuais, tornando-se numa excelente distracção ao fim do dia, como fãs de batalhas aéreas, estando num nível muito diferente da série Ace Combat, mas tanto quanto divertida. Apenas peca pela experiência quase exclusivamente online não oferece grandes perspectivas para os jogadores a solo, mas os restantes irão encontrar aqui algo muito animador.

Nota Final:  7/10

Baron: Fur Is Gonna Fly está disponível para Xbox One (versão testada), Nintendo Switch e PC (Steam).

[O Central Comics agradece à Dogmelon]

Ricardo Du Toit

Fã irrepreensível de cinema de todos os géneros, mas sobretudo terror. Também adora queimar borracha em jogos de carros.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *