Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Cinema: Crítica – The Beach Bum: A Vida Numa Boa (2019)

[ad#artigo]

A última vez que vimos Harmony Korine, o realizador norte-americano tinha pegado fogo ao mundo com o seu tanto controverso e igualmente divisivo Spring Breakers: Viagem de Finalistas, onde as “meninas da Disney” Vanessa Hudgens e Selena Gomez, juntamente com a jovem ascendente Ashley Benson viram-se encurraladas numa vida de crime com James Franco. Seis anos à data, Korine regressa com uma nova aventura noutro registo, com The Beach Bum: A Vida Numa Boa.

TheBeachBum_01

Moondog (Matthew McConaughey) é um poeta à deriva que se alimenta do divertimento da vida, passando os seus dias a beber, fumar drogas e engatar mulheres, enquanto passa para o papel aquilo que sente, utilizando uma simples máquina de escrever. A vida está alta e recomenda-se, diria ele.

Tal como a vida real, esta é feita de momentos, desde do casamento da sua filha Heather (Stefania LaVie Owen), ao reencontro com a sua mulher Minnie (Isla Fisher), a todo o tipo de coisas divertidas com o seu grande amigo Lingerie (Snoop Dogg), proporcionando uma verdadeira aventura, sendo uma carta de amor à liberdade da vida.

O grande fio condutor parece ser a experiência não filtrada de Moondog, que vai numa descoberta de si próprio em busca da felicidade e daquilo que lhe vai na alma, onde todo o ensemble do elenco, que inclui Zac Efron, Jonah Hill e Martin Lawrence – este último no seu primeiro papel em cinema em 8 anos – têm uma participação significativa no crescimento emocional de Moondog, até ao seu derradeiro momento de glória.

TheBeachBum_02

Harmony Korine parece ter ouvido a crítica e os seus fãs, que após toda a violência em Spring Breakers viram um lado mais obscuro da sua mente, sendo que aqui a calma e a tranquilidade prevalecem na função básica de ir ao cinema: sentirmos entretidos e sem preocupações durante hora e meia. Na verdade é mesmo isso que sentimos, enquanto nos rimos com as muitas situações caricatas, ou sentirmos mais emocionais em alturas mais tristes, mas que carregam uma certa genuinidade que é relativamente rara de se ver hoje.

Isto é aliado a um Matthew McConaughey a interpretar o que imagino que seja uma versão muito exagerada de si mesmo, sendo que o actor é conhecido pela sua personalidade relaxada enquanto não encara papéis mais sérios como de advogado, ou enquanto é a voz de anúncios virais de automóveis. É essa descontracção que mostra ser a melhor escolha possível e que nos cativa como nenhum outro.

TheBeachBum_03

Assim, The Beach Bum: A Vida Numa Boa foge, e longe, de toda a estrutura blockbuster para nos dar a conhecer um pouco da vida dum dos poetas mais carismáticos de sempre, deixando-nos com um sorriso de orelha a orelha e a querer celebrar os muitos dias quentes que estão a vir, mas talvez com alguma moderação…

Nota Final: 7/10

Ricardo du Toit

The Beach Bum: A Vida Numa Boa é o filme de abertura do Indie Lisboa 2019 (mais info em indielisboa.com)

  • Estreia nos cinemas nacionais a 9 de maio 2019

[ad#adapt]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *