Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

BD: Crítica – MacGYVER: Fugitive Gauntlet #4

MacGYVER Fugitive Gauntlet 4 Devem ser raros os portugueses com mais de 30 anos que não viram pelo menos um episódio de MacGyver. Esta série televisiva teve o seu inicio em 1984 e prolongou-se por 7 temporadas e 139 episódios e 2 tele-filmes. [fbsahre]

Angus MacGyver é um agente secreto que não usa armas e resolve todos os seus problemas graças aos seus conhecimentos científicos, a materiais comuns e a um famoso canivete suíço que o acompanhava sempre.

A forma como se desenvencilhava de todos os problemas que encontrava era tão “criativa” que é difícil acreditar que as soluções que ele encontrava eram possíveis de realizar na vida real. No entanto, todos os truques executados por MacGyver são cientificamente viáveis.[1] Isso é um facto!

É um pouco estranho que um herói tão conhecido e querido do grande publico tenha quase desaparecido durante tanto tempo.
Ainda nem teve direito a um filme!
E por esta e por outras razoes que nós gostamos de banda desenhada.
Não há nenhum filme, mas já há uma série de BD. Pena que seja uma mini-série de 5 números, mas não se deve perder a esperança de que seja editada uma serie “on-going”.

Neste serie temos mais cenários impossíveis e mais situações em que MacGyver nos surpreende com os seus truques. O canivete suíço ainda não apareceu, mas neste #4 já vimos que as bolas de Ping Pong não servem apenas para jogar ténis de mesa.

MacGYVER Fugitive Gauntlet 4

Todas as revistas desta série tem tido muita acção e muita coisa para aprender, mas este número 4 pareceu-me que teve ainda mais acção e mais truques.

A verdade é que nunca se sabe quando podemos ficar presos numa cave de uma embaixada Chinesa – pode ser necessário fugir! (é ai que entra a bola de Ping Pong).

Falando um pouco do enredo deste titulo: um antigo professor do MacGyver fez uma descoberta importante que pode acabar com a fome no planeta. Este professor pede a MacGyver para o proteger mas o nosso herói não chega a tempo. Entretanto, a formula é roubada e ele vê-se envolvido numa situação de espionagem industrial, assassinato e perseguições à escala planetária. Como se não bastasse o vilão da série oferece um prémio milionário a quem capturar MacGyver vivo ou morto.

Situaçoes impossiveis e reviravoltas tem sido recorrentes e nesta revista vemos o vilão, que queria o herói morto, a captura-lo (depois da fuga da embaixada) e a “pedir a ajuda” dele para decifrar a fórmula do professor que criou.

O comic termina com mais uma situação impossível que, se espera, MacGyver vai resolver no último capítulo.

Numa revista de acção espera-se que os desenhos sejam muito fluidos e que a arte ajude a criar uma sensação de ritmo elevado. Will Sliney consegue atingir esse objectivo mas peca um pouco no desenho das faces das personagens.

Nota: na pesquisa para esta crítica encontrei uma expressão relativamente conhecida nos EUA – I’m gonna “MacGyver it”.

Por isso se emigrares e te vires numa situação impossível e queres ser o herói da cena. já sabes o que dizer para causar boa impressão! 😉

Escrito: Lee David Zlotoff & Tony Lee
Arte: 
Will Sliney & Owen Jollands
Capa: 
Andie Tong & Ciaran Lucas

Nota: 8 em 10

Nelson Vidal

Pub: Assina este e outros comics pela loja O LOBO MAU
previews O Lobo Mau

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.