Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Análise BD: Feynman, de Jim Ottaviani e Leland Myrick

E perguntam-me vocês, quem é Feynman? A editora Gradiva dá-nos a resposta em forma de banda desenhada e devo dizer que os autores Ottaviani e Leland Myrick fazem-no de forma excelente.

De uma forma geral, as biografias tendem a ser aborrecidas salvo para aqueles que têm interesse na personalidade em questão. No entanto, Ottaviani consegue de uma forma muito fluida e interessante dar-nos a conhecer Richard Feynman (1918-1988).

Esta história é assim narrada na primeira pessoa e vai desde a sua infância, passando pelos maiores feitos deste génio que foi Prémio Nobel da Física em 1965, figura marcante e relevante na inovação e domínio da Eletrodinâmica quântica e também peça crucial no Projecto Manhattan.

Neste último contribui na criação da bomba atómica, uma das armas mais devastadoras da humanidade. (não, não se tornou no Dr. Manhattan de Watchmen, isto é mesmo uma biografia e realidade, não confundir…).

De referir ainda no seu trabalho, a participação nas investigações do acidente do malogrado vaivém Challenger.

Posto isto , não há dúvidas que estamos perante uma das mentes mais inteligentes que já passaram pelo nosso mundo. Ora, para além de mostrar a carreira científica e académica deste brilhante génio, as vinhetas contam-nos que Feynman foi uma pessoa interessantíssima, que se dedicava à música, a arrombar cofres (just for fun 😀) e contar histórias como ninguém.

Feynman, de Jim Ottaviani e Leland Myrick

O autor consegue também mostrar a parte mais pessoal e humana de Feynman, demonstrando que os génios também têm as suas limitações e falhas, as suas paixões e medos, e que mesmo o maior intelecto não pode fazer muito contra coisas tão mundanas como a tuberculose, doença que levou a sua esposa Arline.

A nível de desenho , Myrick apresenta uma linha simplista mas muito competente e de traço dinâmico. Já a paleta de cores quebra sempre a monotonia tornando a leitura muito fluida e agradável.

Posso dizer que a edição da Gradiva em capa mole traz uma boa encadernação e impressão com papel brilhante q.b. com um tamanho que facilita manusear.

Para quem já conhece Feynman e não lê BD será excelente experimentar.

Para quem não conhece e ficou curioso , esta é uma forma muito agradável e bem feita de conhecer esta mente brilhante. A BD é para todas as idades e sem dúvida , esta é uma excelente forma de apresentar uma biografia.

Queres comprar? Compra com desconto e portes grátis aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Verified by MonsterInsights