Dose dupla de Will Smith resulta em muita acção

Will Smith está de regresso ao grande ecrã em … dose dupla em Projeto Gemini, um thriller de acção produzido por Jerry Bruckheimer (Os Bad Boys), David Ellison (WWZ: Guerra Mundial), Dana Goldberg (Missão Impossível: Nação Secreta) e Don Granger (Exterminador Implacável: Destino Sombrio) .

Will Smith interpreta Henry Brogan, um atirador de elite que planeia reformar-se. A agência que o contratou acaba de enviar um novo conceito de assassinos: Junior, um jovem clone de Brogan. Sem o conhecimento de Brogan, um empresário militar, Clay Verris, extraiu uma amostra do ADN do assassino e clonou-o, elevando a réplica do tubo de ensaio como sendo o seu próprio filho. Junior deveria ser o modelo de teste para uma nova geração de soldados, mas Verris nunca avançou para a produção em massa de clones. O projecto foi mantido em segredo durante 25 anos, e esta réplica solitária foi treinada para ser ainda mais cruel que Brogan. Agora, antes de Brogan conseguir usufruir de dias pacatos, ele é o alvo da perseguição do jovem e misterioso agente secreto que parece ser capaz de prever todos os seus movimentos.

O elenco inclui ainda Mary Elizabeth Winstead (10 Cloverfield Lane), Clive Owen (Closer – Perto Demais) e Benedict Wong (Doutor Estranho). O filme é realizado pelo vencedor de um Óscar®, Ang Lee (A Vida de Pi).

A história foi desenvolvida por Darren Lemke (Shazam!) e David Benioff (A Guerra dos Tronos), com Billy Ray (Capitão Phillips) a também contribuir na escrita do argumento.

Ang Lee, Will Smith e Jerry Bruckheimer na apresentação de Projecto Gemini

Nos anos 90 a Disney iniciou a produção deste filme, mas o estúdio acabou por cancelar a produção porque os efeitos digitais não estavam suficientemente evoluídos à época. Inicialmente Projeto Gemini seria realizado por Tony Scott (Top Gun – Ases Indomáveis) ou Curtis Hanson (L.A. Confidencial), com produção de Jerry Bruckheimer. Projeto Gemini acabou por ser a produção de Bruckheimer mais tempo em fase de desenvolvimento.

  ‘O Homem Invisível’ ganha primeiro trailer!

Projeto Gemini chega aos cinemas com versão em uma nova tecnologia, 3D+. Ang Lee filmou a 120 fotogramas por segundo em 3D e em resolução 4K. O director de fotografia Dion Beebe disse que

“No processo de produção do filme, percebi que este é, sem dúvida, parte da futura linguagem do cinema.  Para gerações mais velhas de espectadores e cinéfilos, 24 fotogramas por segundo é o mundo do cinema, mas há uma nova geração habituada aos videojogos que já está muito mais familiarizada com a visualização de conteúdo em 60, 120 e até 240 fotogramas por segundo. Para esse público, o maior número de fotogramas por segundo não é uma experiência nova e é bem provável que se seja estabelecido um novo valor padrão (superior aos 24 fotogramas por segundo).”

Em Projeto Gemini, a profundidade entre os atores e os cenários consegue estar bem delineada já que o realizador Ang Lee planeou a produção para que o espectador usufrua de uma experiência cinematográfica imersiva e tridimensional. O filme estrá disponível em versão 2D a 24 fotogramas por segundo e em 3D 2K a 60 fotogramas por segundo.

 

A estreia em Portugal acontece a 10 de Outubro.

Ricardo Lopes

Começou a caminhar nos alicerces de uma sala de cinema, cresceu entre cartazes de filmes e película. E o trabalho no meio audiovisual aconteceu naturalmente, estando presente desde a pré-produção até à exibição.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *