Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

MOTELX 2022: As nossas sugestões

Com o anúncio oficial da programação completa da 16ª edição do MOTELX – Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa, este ano temos uma recheada de novidades e bons filmes a não perder.

Deixamos aqui 13 sugestões para acompanharem de perto o festival:

Bodies Bodies Bodies

Umas das mais recentes produções da A24. Quando um grupo de jovens ricos de 20 e poucos anos planeia uma festa de arromba numa mansão de família isolada, um jogo de festas torna-se mortal, neste fresco e engraçado olhar sobre traições, amigos falsos e uma festa que correu muito, muito mal. O nome do filme e a brincadeira nele retratado são baseados num jogo bastante popular, chamado “Body Body”, no qual os jogadores se escondem num quarto escuro enquanto o assassino os “mata” ao tocar neles, vencendo se conseguir matar o grupo inteiro. Segunda realização de Halina Reijn.

Sessão:
Terça-feira, 6 Setembro às 21h30 | Cinema São Jorge – Sala Manoel Oliveira

Ashkal

No distrito de Cartago, em Tunes, que teve a sua construção suspensa no início da Revolução, os polícias Fatma e Batal encontram um corpo carbonizado num parque de estacionamento abandonado. Começada a investigação, o evento repete-se, e a história toma uma reviravolta intrigante quando descobrem que o caso é mais aterrorizante do que imaginavam. Inspirado em thrillers e filmes de ficção científica, Ashkal mistura política e o sobrenatural, traçando uma análise do carácter dos investigadores à medida que a intriga se desenrola. Como Scully e Mulder em Ficheiros Secretos, a dupla busca uma resposta ao mistério paranormal. A segunda longa-metragem de Youssef Chebbi — co-realizador de Black Medusa, um dos filmes da Selecção Oficial do MOTELX 2021 — estreou-se na Quinzena dos Realizadores, em Cannes.

Sessões:
Quinta-feira, 8 Setembro às 16h50 | Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira
Segunda-feira, 12 Setembro às 14h30 | Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira

Dark Glasses

Um eclipse cobre o Sol, escurecendo os céus de Roma num dia quente de Verão. Ao fugir de um assassino em série, Diana, uma jovem acompanhante, envolve-se num acidente de aviação e perde a visão. Passado o choque inicial, está determinada a lutar pela vida, mas já não está sozinha. A defendê-la — e a substituir os seus olhos — surge Chin, um miúdo que sobreviveu ao acidente. O assassino continua a perseguir a sua vítima. Uma década depois de Dracula 3D, Dario Argento (convidado especial do MOTELX 2012) recuperou um projecto antigo de um giallo que não tinha conseguido produzir. Dark Glasses representa, de acordo com o Mestre do Terror italiano, o culminar do seu percurso como autor. Estreou-se na Berlinale deste ano.

Sessão:
Quinta-feira, 8 Setembro às 21h20 | Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira

Criança Lobo

Numa assustadora aldeia portuguesa, há uma lenda. A lenda da criança lobo. Desejada e nascida numa noite de lua cheia, tudo começou quando uma jovem camponesa, desesperada por um filho, pediu um desejo a uma criatura da floresta. O desejo? Uma criança que pudesse chamar sua. Mas a criatura da floresta amaldiçoa a mulher. Quando crescer, a criança vai trazer dentes e sangue para a aldeia. Os anos passam, a criança torna-se homem, atormentado e perseguido pelos aldeões, dividido entre a sua natureza animalista e uma amizade com uma jovem bruxa. O rapaz tem de descobrir quem, ou o que é. Juntos, a criança-lobo e a bruxa vão tentar quebrar a maldição e encontrar o seu lugar no mundo. 16 anos após Coisa Ruim, Frederico Serra regressa às lendas e tradições do Portugal profundo, em mais uma estreia mundial de terror português no MOTELX.

Sessões:
Quinta-feira, 8 Setembro às 19h00 | Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira
Sexta-feira, 9 Setembro às 21h10 | Cinema São Jorge – Sala 3

Hunt (헌트 (Heonteu))

Nos anos 80, com a ditadura militar no seu auge, o chefe da Unidade Estrangeira da KCIA, Park Pyong-ho (Lee Jung-jae) e Kim Jung-do (Jung Woo-sung), chefe da Unidade Doméstica, têm a missão de descobrir um espião infiltrado norte-coreano. Quando este espião começa a vazar informações que poderiam pôr em risco a segurança nacional, as duas unidades começam a investigar-se uma à outra. Colocados numa situação de alta tensão em que tanto Pyong-ho como Jung-do podem ser a toupeira, os dois começam a descobrir a verdade. Hunt é realizado e protagonizado por Lee Jung-jae, actor de uma das maiores séries de 2021, Squid Game, e Kim Sung-so, com quem partilhou o ecrã várias vezes. O filme foi exibido na Sessão da Meia-Noite em Cannes, e tem a sua estreia portuguesa no MOTELX.

Sessão:
Quinta-feira, 8 Setembro às 23h45 | Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira

Fall

Após a morte trágica do seu marido, Dan, num acidente de escalada, a experiente alpinista Becky afasta-se da sua melhor amiga, Hunter, presente no dia fatídico, e do seu pai. Com o objectivo de ajudar Becky a curar-se do trauma e do desgosto, Hunter leva Becky para uma emocionante escalada até ao topo de uma torre de rádio remota e abandonada, com mais de 600 metros de altura, onde espalharão as cinzas de Dan. Mas, quando segmentos da escada se desprendem da torre em ruínas, Becky e Hunter ficam presas no topo, numa luta frenética pela sobrevivência contra os elementos, a falta de provisões e as vertiginosas alturas. Através de uma premissa simples, mas eficaz, Fall ecoa filmes como Frozen (2010) ou 47 Meters Down (2017) e é altamente desaconselhável a espectadores com medo de alturas.

Sessão:
Sábado, 10 Setembro às 00h30 | Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira

Final Cut (Coupez!)

Num prédio abandonado, a rodagem de um filme série B de zombies está prestes a descambar. O realizador (Romain Duris) é odiado pela equipa e elenco, dado o seu comportamento desprezível, levando-os ao limite, quando revela o seu plano de agitar o projecto: libertar uma maldição zombie. Num plano-sequência frenético em que membros e fluidos voam, os actores lutam contra os mortos-vivos e o realizador pelas suas vidas. Final Cut conta com participações de grandes nomes do cinema francês como, Bérénice Bejo, que brilha neste remake de One Cut of the Dead, filme de Shin’ichirô Ueda, que ganhou o Prémio do Público no MOTELX 2018.

Sessão:
Domingo, 11 Setembro às 18h05 | Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira

Nightsiren (Svetlonoc)

Numa remota vila nas montanhas, duas irmãs crescem à mercê de uma mãe abusiva. Um terrível acidente acontece quando a mais velha, Šarlota, foge para a floresta, seguida pela irmã Tamara. Otyla, uma mulher cigana que vive nos arredores, é culpada pelo desaparecimento de ambas e acusada de bruxaria. 20 anos depois, Šarlota reaparece na aldeia. Ao investigar o seu passado, deixa os moradores desconfiados. Apenas Mira, ervanária jovem e excêntrica, está disposta a fazer amizade com ela. Quando os animais da aldeia adoecem, a vila acusa Šarlota de conjurar o espírito de Otyla. Recuperando memórias de infância, Tereza Nvotová e a argumentista Barbora Naverova abordam questões contemporâneas como a misoginia e o racismo, por meio de superstições do folclore eslovaco. Estreia mundial no festival de Locarno.

Sessões:
Sábado, 10 Setembro às 16h10 | Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira
Domingo, 11 Setembro às 17h15 | Cinema São Jorge – Sala 3

Holy Spider

Pelas mãos de Ali Abbasi, realizador de Border e Shelley — que o trouxe ao MOTELX em 2016 — chega Holy Spider. Rahimi é uma jornalista que desce ao submundo da cidade sagrada de Mashhad, no Irão, para investigar o chamado ‘Assassino de Aranhas’, que mata prostitutas. Como Jack the Ripper, acredita que o seu dever é purificar as ruas e eliminar os pecadores. Abbasi percorre as ruas de Mashhad para recontar a história verídica de Saeed Hanaei que, entre 2000 e 2001, assombrou a cidade, tendo matado por volta de 19 mulheres. A estreia, na 75.ª edição de Cannes, valeu a Zar Amir Ebrahimi o Prix d’Interprétation Féminin e, coincidência ou não, foi palco de um dos protestos desta edição do festival, contra o feminicídio. Holy Spider estreia-se pela primeira vez em Portugal no MOTELX.

Sessão:
Quarta-feira, 7 Setembro às 21h35 | Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira

Lesson in Murder (死刑にいたる病 (Shikei ni itaru yamai))

Masaya Kakei é um estudante universitário que frequenta uma escola de que não gosta particularmente. Os seus dias são geralmente sombrios, até que num deles recebe uma carta de um serial killer. Yamato Haimura trabalhava numa padaria até ser condenado por oito homicídios e receber a pena de morte. Naquela época, Kakei era um estudante do ensino médio e um cliente da sua loja. De acordo com a carta, Haimura confessa ter cometido sete assassínios, mas insiste que não cometeu o último. E assim, Kakei começa a investigar o caso final… Kazuya Shiraishi, especializado em thrillers violentos, regressa mais contido no tom, mas não no gore, e ecoa um dos maiores clássicos dos filmes de serial killers, O Silêncio dos Inocentes.

Sessão:
Sexta-feira, 9 Setembro às 14h00 | Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira

Silent Night

Nell e Simon e os seus filhos Art, Hardy e Thomas preparam o jantar de Natal que organizam anualmente com os seus amigos mais próximos. O clima é de festividade, mas há uma pequena inconveniência que ninguém consegue largar: a destruição iminente da Humanidade está prestes a chegar através de uma nuvem de gás venenosa, que tem destruído todas as formas de vida por ela atingidas. Porém, enquanto esta nuvem não chega, o ambiente é de alegria e nostalgia. Os velhos amigos riem, discutem, confessam-se e bebem (muito), para desviar as atenções da catástrofe que está ao virar da esquina. Silent Night é a primeira longa-metragem de Camille Griffin e tem o seu filho, Roman Griffin Davis (Jojo Rabbit) como um dos protagonistas, a quem se juntam nomes como Keira Knightley, Matthew Goode e Lily Rose-Depp.

Sessão:
Sexta-feira, 9 Setembro às 21h40 | Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira

Something in the Dirt

Levi consegue um apartamento a custo zero em Hollywood Hills para dormir, enquanto tenta atar as pontas soltas após a sua fuga para Los Angeles, estabelecendo de imediato uma amizade com o seu novo vizinho, John. Um dia, John e Levi testemunham algo impossível da janela de um dos seus apartamentos. Inicialmente horrorizados, acabam por dar conta de que o que presenciaram pode mudar as suas vidas, e dar-lhes propósito. Com cifrões nos olhos, estes dois tipos anónimos tentarão provar o sobrenatural. Do duo dinâmico Justin Benson e Aaron Moorhead, que estiveram em espírito na 11.ª edição do MOTELX com a apresentação do filme The Endless, Something in the Dirt é uma comédia negra de ficção científica onde reina o estilo DIY característico desta dupla.

Sessões:
Sábado, 10 Setembro às 19h10 | Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira
Domingo, 11 Setembro às 14h25 | Cinema São Jorge – Sala 3

Resurrection

Margaret vive uma vida rotineira e bem-sucedida, equilibrando as obrigações da sua carreira ocupada e o desafio de ser mãe solteira de uma filha ferozmente independente, Abbie. Mas esse equilíbrio cuidadoso é abalado quando vislumbra um homem que reconhece imediatamente, uma sombra indesejável do seu passado. Pouco depois, encontra-o novamente, passando a ver David repetidamente, em todo o lado. E a verdade é que estes encontros estão longe de serem coincidências infelizes. Lutando contra um receio cada vez mais presente, Margaret vê-se obrigada a confrontar o monstro que conseguiu evitar durante duas décadas, que regressou para concluir assuntos inacabados. Com a participação de um elenco de alto nível, Resurrection estreou no último Sundance.

Sessão: Domingo, 11 Setembro às 21h00 | Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira

Bilhetes já disponíveis na bilheteira do Cinema São Jorge e nos locais habituais. Também disponíveis online no site da Ticketline.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.