Jogos: Never Breakup – Análise

Como seria se juntássemos animais fofinhos e técnicas de jogo cooperativas? Fomos descobrir do que se trata o conceito que domina Never Breakup.

Never Breakup

Never Breakup é um jogo que se diz relaxante para duas pessoas. Nele, com a ajuda de um amigo ou de um familiar poderão controlar dois animais (um cada um) com um aspeto estranho, mas ao mesmo tempo fofo. Mas, a realidade é que o jogo apenas de autointitula de relaxante, porque na realidade é capaz de ser das experiências mais frustrantes que tive, enquanto jogador.

Os jogadores são transformados em animais que têm o formato de uma bola e que estão conectados através de uma corda elástica. O objetivo do jogo, é seguir o nível com as personagens que escolhemos inicialmente (neste caso, as mais escolhidas foram mesmo o pato, que automaticamente me fez lembrar o Psyduck de Pokémon, e o tubarão) e tentar chegar até ao local onde nos podemos posicionar para terminar o nível, que parece bastante um canhão. Pelo caminho, também vamos encontrando alguns inimigos (a maioria robôs) que poderemos de forma criativa eliminar e também objetos que precisamos para levar as nossas personagens a outros locais na área.

Never Breakup

Parece uma ideia interessante e quem tem tudo para correr bem, correto? Errado! A verdade é que estamos perante um jogo sobre testar ligações entre pessoas. Ver se elas estão na mesma página. Aqui não importa se temos um estrategista e um que se aplica na acção. Neste jogo, todos tem que puxar para o mesmo lado, senão, a probabilidade de correr muito mal é grande. Além disso, ao longo da aventura também irão desbloquear novas personagens, mas tal só irá acontecer se cumprirmos tudo como deve ser. Também seria possível jogar o jogo sozinho, mas é um pouco mais complicado já que tem que se controlar duas personagens ao mesmo tempo, sendo que os níveis também foram desenhados especialmente para dois jogadores. Ou seja, estamos perante um jogo multijogador por primazia. No entanto, a aventura não é tudo o que temos, já que existem minijogos para serem jogados localmente, o que pode ser bastante divertido.

  Demons Ate My Neighbors! é revelado.

Por outro lado, se temos uns animais redondos tão bonitos também podemos dizer que temos mapas bonitos. Ao longo de vários níveis iremos visitar montanhas, oceanos, a selva, desertos e até mesmo cidades. A verdade é que o desenho dos níveis foi onde os desenvolvedores da Indienova investiram. Onde também investiram foi nas físicas realistas, especialmente relacionadas com as bandas elásticas que utilizamos, já que podemos até fazer os nossos colegas tropeçar se não formos cuidadosos o suficiente.

Never Breakup

Resta concluir que, Never Breakup é um jogo com uma temática interessante, mas que, ao mesmo tempo, pode estar um pouco aquém devido a ser um jogo feito apenas para dois jogadores. Sim, é possível jogar sozinho, mas preparem-se para maus momentos e deixarem de ter vontade de jogar ao fim de alguns minutos. No entanto, estamos presentes um jogo que poderá divertir durante uma tarde em família.

Nota Final: 6/10

Never Breakup está disponível para PC e Nintendo Switch (versão testada)

António Moura

Um pequeno ser com grande apetite para cinema, séries e videojogos. Fanboy compulsivo de séries clássicas da Nintendo.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *