Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

HBO MAX: cinema português no catálogo

Esta semana a plataforma de streaming HBO MAX disponibilizou dois títulos do cinema português: Salgueiro Maia – O Implicado, de Sérgio Graciano, e Axilas, de José Fonseca e Costa.

filmagens de “Salgueiro Maia – O Implicado”


Muito lentamente começa a ser possível encontrar cinema português nas principais plataformas de streaming, contudo a chegada das películas é tão rara que merece ser noticiada.
Numa semana em que a HBO MAX disponibilizou títulos como E Tudo o Vento Levou, Boogie Nights, Antes do Amanhecer, Ben Hur, Boonie & Clyde ou Um Eléctrico Chamado Desejo, entres as novas películas encontram-se os títulos nacionais Salgueiro Maia – O Implicado e Axilas.

Salgueiro Maia – O Implicado

Salgueiro Maia – O Implicado
Através de uma abordagem moderna, intimista e emocional, Salgueiro Maia – O Implicado retrata as histórias que ainda não foram contadas sobre o Capitão de Abril. As pequenas revelações que permitem perceber melhor de onde vinha a moderação, a valentia, a educação e a firmeza com que sempre se apresentou publicamente, e que foram a chave para que a Revolução dos Cravos tenha sido como foi.

Salgueiro Maia – O Implicado


No dia 25 de Abril de 1974 um homem caminhou sozinho pelo Largo do Carmo. Bateu à porta do quartel da GNR e entrou, desarmado e sem escolta. Lá dentro, o chefe do Governo, Marcelo Caetano, aguardava, cercado pelos militares e pelo povo. O homem que o encarou nessa tarde e que lhe exigiu a rendição, garantindo a sua segurança, acabava de liderar o regimento de Artilharia 1 de Santarém na tomada da capital. Sem disparar um único tiro conseguira derrubar um regime com mais de 48 anos. Aquele era o último passo a dar e ele deu-o, sem hesitação, tornando-se na figura incontornável do dia que marcou o início da democracia em Portugal.


Através de uma abordagem moderna, intimista e emocional, Salgueiro Maia – O Implicado retrata as histórias que ainda não foram contadas sobre o Capitão de Abril. As pequenas revelações que permitem perceber melhor de onde vinha a moderação, a valentia, a educação e a firmeza com que sempre se apresentou publicamente, e que foram a chave para que a Revolução dos Cravos tenha sido como foi.
Realizado por Sérgio Graciano
Com Tomás Alves, Filipa Areosa, Frederico Barata, Catarina Wallenstein, José Condessa
O filme que estreou nas salas portuguesas a 14 de abril, tem produção da Sky Dreams Entertainment e co-produção da colombiana 11:11 Films & TV. 



Axilas
O realizador José Fonseca e Costa estava a trabalhar no filme, Axilas, quando faleceu de pneumonia.
Na altura, cerca de dois terços das cenas já estariam filmadas, e o produtor Paulo Branco delegou a conclusão do projecto ao editor Paulo MilHomens.
Axilas é uma comédia negra particularmente cáustica.

O filme adapta livremente o conto homónimo do autor brasileiro Rubem Fonseca, transpondo-o para a sociedade portuguesa e criando situações como uma alusão irónica dos recentes escândalos financeiros nacionais. A adaptação do conto foi feita por José Fonseca e Costa com o argumentista Mário Botequilha.

Axilas


Lázaro de Jesus é o filho adotado de uma senhora rica de Lisboa, a quem chama Avó. É ela que o apresenta ao Padrinho, um grande empresário que o toma como seu protegido, e a Angelina, a mulher com quem a Avó pretende que ele se case. Mas Lázaro tem outros interesses ocultos, o mais importante dos quais é uma fixação obsessiva pelas axilas femininas. Quando vê a violinista Maria Pia a tocar, Lázaro apaixona-se de imediato e passa a viver em função dela, o que irá precipitar um final absolutamente imprevisível.

Axilas


Com Margarida Marinho, Pedro Lacerda, Paula Guedes, Rui Morisson, Elisa Lisboa, José Raposo e Luís Mascarenhas.
Axilas
 é o derradeiro filme de José Fonseca e Costa, realizador que será sempre recordado por Kilas – O Mau da Fita e Balada da Praia dos Cães, dois dos títulos mais emblemáticos do cinema português dos anos 80.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.