Fãs portugueses sonham com a “Coleção Definitiva do Homem-Aranha”, da Salvat

Coleção Definitiva do Homem-Aranha

Em altura de crise em Portugal, no que diz respeito a publicações de banda desenhada de super-heróis (sendo Marvel e DC as editoras mais fortes), chegou ao Central Comics alguns exemplares da ‘Coleção Definitiva do Homem-Aranha’, que a Salvat está a lançar no Brasil.

E esta é uma colecção de sonho para todos os fãs do “cabeça de teia”.

Coleção Definitiva do Homem-Aranha

Projectada para 60 edições (já sairam 36), mistura histórias antigas com mais recentes do nosso herói. Para os portugueses, tem material repetido, até com mais do que uma edição, como é o caso do volume 4: “O Mal No Coração Dos Homens”, só para dar um exemplo. Mas há também material inédito em português de Portugal, como por exemplo a fase Brand New Day (histórias que se seguiram ao polémico reboot “One More Day”), ou ainda o Homem-Aranha Noir (personagem que  aparece no filme “Homem-Aranha: No Universo-Aranha” que irá estrear nos cinemas portugueses a 13 de Dezembro. E ainda material clássico que apenas saiu em formatinho (pela Abril e respectivas variantes “Abril Morumbi” e “Abril/Controljornal” e Edimpresa), e que aqui sai de forma integral, sem cortes.

Coleção Definitiva do Homem-Aranha

As guardas.

A colecção estaria já mais avançada, caso não fosse o problema que assolou a distribuidora de bancas brasileira, que fez com que todas as publicações ficassem suspensas. Mas felizmente a Salvat já resolveu a situação, e já emitiu um comunicado onde afirma que vão retomar com as distribuições já esta semana.

Coleção Definitiva do Homem-Aranha Volume 40

Coleção Definitiva do Homem-Aranha Volume 40: A Vingança de Venom

Para quem fez a Coleção Oficial de Graphic Novels Marvel (COGNM) portuguesa, esta não traz nada de muito inovador. O formato é o mesmo (formato comic, capa dura) com um número de páginas entre as 120 e as 200, e boa qualidade de papel. A lombada também é semelhante: bem plana, para que a imagem que se forma quando colocamos os livros na estante, seja o mais perfeito possível. De notar que as várias colecções da Levoir que também tem essas ilustrações continuas, as lombadas são meio arredondadas o que torna a experiência bem menos apelativa.

Coleção Definitiva do Homem-Aranha

Vista das lombadas dos primeiros livros, com a ilustração a começar a formar-se

Tem um texto introdutório e, por vezes um segundo, contextualizado a história: o chamado “A história até aqui…”.

Coleção Definitiva do Homem-Aranha

Lista dos conteúdos dessa publicação

 

Coleção Definitiva do Homem-Aranha

Texto de introdução ao livro

Segue-se as histórias e no final mais material extra: Galerias de capas, entrevistas e mais textos de apoio.

Coleção Definitiva do Homem-Aranha

Extras do volume 2

De realçar, no entanto, que todo o design é bem mais leve, agradável e moderno, comparativamente à COGNM.

Coleção Definitiva do Homem-Aranha

Extras do volume 3

Aos câmbios de hoje, o primeiro volume custou 2,30€, o segundo 5,70€ e a partir do terceiro 9,15€ cada um.

Coleção Definitiva do Homem-Aranha Volume 40

Extras do volume 40

A Salvat Portugal deveria aproveitar a conjuntura muito privilegiada em que nos encontramos neste momento, onde iria seguramente obter bons resultados. Como dissemos no início deste artigo, estamos a passar uma altura sem BD regular de super-heróis no nosso país, com a Levoir a não lançar DC como aquilo que todos nos gostaríamos e estaríamos a contar, e com as séries Marvel da Goody suspensas desde Setembro e com sombras muito negras a pairar sobre a editora. A G. Floy ainda vai lançando alguns álbuns da Marvel, de forma espaçada, mas não satisfaz, de todo, os desejos dos leitores.
Além disso, daqui a 15 dias estreia um filme de animação do Aranha, no cinema, e o novo de imagem real, protagonizado por Tom Holland, estreia a 4 de Julho de 2019.

  Playmobil - o Filme, já tem teaser trailer!

Quem gostaria de ter esta colecção em Portugal?

Comprarias a Coleção Definitiva do Homem-Aranha se saísse em Portugal?

Hugo Jesus

Co-criador e administrador do Central Comics desde 2001. É também legendador e paginador de banda desenhada, e ocasionalmente argumentista.

You may also like...

8 Responses

  1. Homem do Leme diz:

    Espectáculo, alguns números comprava de certeza, mas a Salvat só deve avançar com algumas garantias, depois dos problemas com a distribuidora dos Urbanos.

  2. pco69 diz:

    É pá…..
    60 livros do HA… Creio que enjoava rápidamente
    Ainda só li prái uma metade da SWars e outra metade da COGNM e como tem sido editado muito material novo e bom de BD no mercado português e como o dinheiro e tempo não esticam…
    Ali em cima coloquei “Não Sei”, porque na verdade não sei mesmo.

  3. miguel diz:

    Eu compraria sem sombra de duvida,a lombada é espetacular

  4. Manuel diz:

    Apesar de ser fixe e tal não resolvia o problema da Goody falta das mensais e não material recente 2017/2018 e é só do Homem- Aranha.Ou seja nada do resto do Universo Marvel para mais valia a Coleção Vermelha que ai sim tinha mais diversidade com lombadas.Embora para mim resolve tanto como as coleções Levoir ou seja sortido de histórias boas ou mas tipo Liga da Justiça,Mulher Maravilha,etc

  5. Shazam diz:

    Preferia sinceramente as coleções do batman terra de ninguem , lanterna verde blackest night , flash do mark waid da eaglemoss ou a espada selvagem do conan.
    Penso que 60 volumes para as historias do homem aranha é desnecessario penso que em 30 fazia se uma coleção com materias que realmente interessam.
    Mas excelente iniciativa!

  6. Pedro diz:

    Concordo com o Shazam penso que no panorama nacional 60 volumes secalhar seria um número extenso para uma coleção com apenas 1 personagem. Nos moldes que ele apresentou a coleção de vingadores da salvat com a fase do Busiek ou fase do waid no capitao america seriam bem melhores para o panorama nacional imaginando de 3 em 3 meses 1 volume por 20/25 euros supondo. A G.floy tem praticado esse molde de volumes mais extensos e tem funcionado.
    Na minha opiniao seria mais benefico fases pequenas mas de qualidade do que muito extensas e com muitas historias sem fim e com constantes pontas soltas(exemplo salvat).
    Cumprimentos a todos e uma excelente iniciativa para tentar trazer para portugal.

  7. JOPAC diz:

    A do Conan seria mais bem vinda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *