Cinema: Fantasporto arranca amanhã!

O Fantasporto arranca amanha com Marrowbone, em antestreia e que conta com a presença do realizador Sérgio G. Sanchez. Vê aqui os destaques.

TERÇA, 20 DE FEVEREIRO

Grande Auditório

21:15 – SESSÃO DE ABERTURA OFICIALMarrowbone
Sérgio G. Sanchez- 110’ – Espanha – Horror – v.o.ingl /leg port– P&P – ANTESTREIA
Um jovem e os seus três irmãos são acossados por uma presença sinistra no amplo palacete onde vivem. Filme nomeado para os Goyas, selecção dos Festivais de San Sebastian e Toronto, e vindo de uma equipa de peso.  É a primeira longa-metragem de Sanchez, vencedor em 2002 do Prémio de Curta Metragem CF do Fantasporto,  produzida por J. A. Bayona (de “Pan’s Labirynth”), que em 2008 foi Prémio Melhor Realizador do Fantasporto com “El Orfanato”. Distribuição Pris Audiovisuais.

marrowbone

QUARTA, 21 DE FEVEREIRO

Grande Auditório

17:15 – Fractured
Jamie Patterson – UK- 108’- 2016- Horror- v.o.ingl/leg port – P&P – ANTESTREIA EUROPEIA
Rebecca e Michael vão passar um fim-de-semana romântico fora, mas um pneu do carro rebenta. A partir daí, o casal tem sempre uma sensação de que alguém os está a seguir e vigiar. As únicas pessoas que encontram são Feyr e Alva que lhes dão uma boleia. Mas a sua casa de campo de fim-de-semana torna-se numa terrível prisão e tortura a cargo de algo ou alguém que desconhecemDo realizador de “Caught” apresentado no Fantas 2017.

19:15 – Ruin Me
Preston DeFrancis – 88’ – EUA – CF –Horror – v.o. ingl/leg port – ANTRESTREIA EUROPEIA
Alexandra acede relutantemente a participar no evento ‘Slasher Sleepout’, uma experiência limite que é uma mistura de campismo, casa assombrada e ‘escape room’. Mas o evento corre mal…Primeira longa-metragem do realizador . Filme vencedor do Atlanta Horror Film Festival, entre outros prémios.

21:15 – Ajin: Demi-Human
Katsuyuki Motohiro – 109’- Jap –Fantasy – CF – v.o. leg ingl/leg.port.- ANTESTREIA
Vindo da maior companhia de cinema do Japão, a Toho, e no seguimento do acolhimento há 2 anos de “I’m Not a Hero” no Fantasporto, chega-nos agora uma história fantástica sobre humanos que não morrem, numa perspectiva cheia de originalidade e acção, questionando o poder daqueles que sabem que podem fazer tudo sem consequências. Selecção do Festival de Paris.

QUINTA, 22 DE FEVEREIRO

Grande Auditório

17:15 – A Comédia Divina
Toni Venturi – 97’- Bras –Fantasy comedy – CF – v.o.port/leg ingl. – INTERNATIONAL PREMIERE
Do Brasil, com toda a graça tropical possível e com orçamento de super-produção (da Globo), uma história entre Deus (uma mulher negra e divertida, interpretada pela fabulosa Zézé Mota) e um Diabo desesperadamente à procura de clientes.

19:15 – Budapest Noir
Éva Gárdos- 95’- Hung- Drama- v.o.leg ingl/leg port – ANTESTREIA EUROPEIA
Um crime de homicídio misterioso passado em 1936, em Budapeste, numa altura em que a Hungria se preparava para alinhar ao lado de Hitler e das potências do Eixo. Uma jovem prostituta muito bela é encontrada morta à pancada. Mas ninguém quer investigar o crime. As difíceis relações entre a Imprensa e o poder, numa magnífica reconstituição de um período histórico decisivo para a História da Humanidade.

21:15 – Crone Wood
Mark Heridan- 85’ Irlanda – Horror- v.o.leg ingl/leg port – ANTESTREIA EUROPEIA
Um jovem casal que acaba de conhecer-se decide ir acampar após um primeiro encontro fantástico. É uma decisão de que rapidamente irão arrepender-se… Mais um exemplo da pujante cinematografia irlandesa no campo do horror e da imaginação.

PROGRAMA COMPLETO:

Fonte: Fantasporto


Os destaques do Fantasporto 2018 (Conf. Imprensa, parte 2/2)

  A 17.ª edição da KINO - Mostra de Cinema de Expressão Alemã regressa com novidades

Hugo Jesus

Co-criador e administrador do Central Comics desde 2001. É também legendador e paginador de banda desenhada, e ocasionalmente argumentista.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *