Curtas de Vila do Conde

Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Análise: Alix Senator Vol. 8 – A Cidade dos Venenos

A Gradiva teve mais um lançamento da série Alix Senator, dos autores Valérie Mangin e Thierry Démarez. Este é o oitavo volume e tem o título de “A Cidade dos Venenos”. 

Continuamos a grande aventura criada por Jacques Martin. Valérie Mangin no roteiro e Thierry Démarez no desenho – dão vida ao nosso herói, cujo cabelo branco será sempre sinónimo de elegância.Alix Senator Vol. 8: A Cidade dos Venenos

Nesta nova entrada, Alix e Enak não conseguem deixar de pensar nos que deixaram para trás… Mas eis que entra em cena o intrigante Alexandre, filho do ministro Sileu, para os guiar pela cidade. Entram igualmente em cena o cínico Sileu, que conspira para envolver Roma na sua tomada de poder, e a rainha Hagirû, decidida a conquistar o senador para a causa real. Alix terá de se manter vigilante na cidade dos mil venenos.

Neste volume 8 Alix e Enak ainda de luto pelo filho, viajam por ordem de Augusto para cumprir uma missão diplomática – a guerra latente entre o rei Óbodas e o ministro Sileu, arbitrada pela rainha Hagirû e o seu amante Rabbel, chefe da guarda real.

Uma contraoferta é oferecida a Augusto: a ajuda dos nabateus para anexar a Judeia que, sob a liderança de Herodes, está à beira da insurreição contra os romanos. Os perigos só aumentam! Afinal, estamos na cidade dos venenos onde se comercializam os produtos de três continentes, e onde um espião misterioso observa e planeia!

A estrutura textual é clássica, mas eficaz, os principais desenvolvimentos são baseados nos delírios adolescentes do filho de Alix: o romano Titus que se apaixonou pela gaulesa Camma e a leva numa viagem a Petra, porém esta vislumbra o belo Alexandre, filho do ministro Sileu. Titus torna-se obcecado e até psicótico nesta rivalidade amorosa com o mesmo.

Assim sendo, Alix tem um papel bastante passivo neste volume, como referi acima, o pano de fundo do cenário é baseado no caso de amor de seu filho com Camma e no ciúme que ele nutre pelo filho do ministro.

É um volume graficamente muito bonito, centrado em Petra. É com prazer que descobrimos a cidade nabateia em todo o seu esplendor. Como nos volumes anteriores, as cores brilhantes realçam um design preciso. As feições de todas as personagens são expressivas, porém o prémio vai para os monumentos, para Petra, esta cidade nabateia que chegou a ter 25.000 habitantes e que só foi redescoberta em 1812 pelo explorador europeu Jean-Louis Burkhardt.

Situada a meio caminho entre o Mar Morto e o Golfo de Aqaba, na grande fenda africana, esta capital era uma passagem obrigatória, importante encruzilhada comercial na rota das especiarias. O seu sucesso causou o seu declínio, pois os romanos fizeram de tudo para desviar as rotas comerciais a seu favor.

Valerie Mangin, é latinista e historiadora. Combinando Antiguidade e Ficção Científica, escreve as séries “O Flagelo dos Deuses”, em 2003, em 2012, lançou “Alix Senator”.

Thierry Démarez, um apaixonado pelo desenho e pela pintura, aprofundou a sua formação artística e tornou-se cenógrafo da companhia de teatro da Comédie Française. Desenhou o seu primeiro álbum em 2002. Em 2012, inicia a série “Alix Senator”.

Autores: Valerie Mangin
Ilustração: Thierry Démarez
Género: 
Banda desenhada, História
Editora: 
Gradiva                                                                    

Argumento: 8
Arte: 8
Legendagem: 7
Veredito final: 8

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Verified by MonsterInsights