Trezes: estreia aguardado telefilme “Uma Vida Toda Empatada”


No final do ano passado a RTP começou a exibir os telefilmes do projecto Trezes, onde são adaptados cinematograficamente contos de autores portugueses. Desde então um sururu tem sido imparável em relação a Uma Vida Toda Empatada, o novo filme de Tiago P. de Carvalho (Nirvana – O Filme, Discos Perdidos) que conta com um elenco de luxo.

O guião escrito por Marta Pais Lopes é adaptado do conto homónimo de Mário de Carvalho, e o realizador criou um thriller que segundo – a nota de imprensa – mistura o suspense de David Fincher com a ironia dos irmãos Coen. O telefilme chega esta sexta-feira aos espectadores da RTP 1.
Continua a informação partilhada com a imprensa, “As interpretações estão sublimes, o que é já costume nos filmes de Tiago P. de Carvalho – que explica que o seu trabalho é minucioso logo no início, na escolha dos actores – e o suspense e adrenalina da história, prendem-nos ao ecrã até ao último minuto. Lançando também questões morais que permanecem depois do filme terminar.”

Uma Vida Toda Empatada
conta com as interpretações de Maria João Pinho, Gonçalo Diniz, António Melo, António Pedro Cerdeira, Rodrigo Tomás, Fernando Rodrigues, Maria Arrais, Márcia Leal. 

Lurdes não tem vida para além do seu trabalho de repórter/realizadora de televisão; mas nem aí consegue realizar-se: os seus programas enfocam-se na fragilidade do ser humano perante os problemas sociais e as audiências não correspondem às necessidades de uma estação de televisão. Prestes a perder o seu programa, é encarregue de uma última reportagem, no interior do país. No local, desenrola-se um poderoso drama familiar, integralmente captado pela sua câmara, que acaba por resultar num programa de grande notoriedade e audiências invulgares, mas com uma abordagem contrária ao que sempre defendeu. Perante os factos e elevada à condição de grande esperança da Estação, Lurdes confronta-se com o que sempre almejou, sem o ter até então conseguido: o sucesso, por via do acaso e da prática, mesmo que involuntária, do que sempre condenou.


Trezes
é um conjunto de telefilmes produzidos pela Marginal Filmes, liderado e produzido por José Carlos de Oliveira, e Ricardo Pugschitz Oliveira como produtor executivo. Para a próxima semana está agendada a estreia de A Pereira da Tia Miséria.

 

  FEST 2021 acontece em Outubro

 

Ricardo Lopes

Começou a caminhar nos alicerces de uma sala de cinema, cresceu entre cartazes de filmes e película. E o trabalho no meio audiovisual aconteceu naturalmente, estando presente desde a pré-produção até à exibição.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *