Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Sonic em nova animação da Netflix

A Netflix continua a angariar personagens amadas pelo público para cativar a atenção dos subscritores. Sonic Prime traz o veloz ouriço azul como protagonista de uma nova série de animação da famosa plataforma de streaming.

O jogo Sonic the Hedgehog, lançado pela Sega no início dos anos 90 do século passado, rapidamente revelou Sonic como a mascote oficial da empresa. O rápido caçador de anéis dourados velozmente foi um sucesso mundial, dando origem a inúmeras continuações e produtos variados. Nos últimos 30 anos, Sonic conquistou um grande número de fãs de todas as idades.

A icónico personagem, que conhecemos originalmente nos jogos de vídeo, apareceu pela primeira vez no grande ecrã no início do ano passado. Sonic – O Filme, que combinou imagem real com animação, foi protagonizado por James Marsden e por Jim Carrey. O sucesso de Sonic – O Filme rapidamente levou os executivos da Paramount Pictures a encomendarem a continuação cinematográfica das aventuras do ouriço azul mais famoso. A estreia do próximo filme está prevista para o próximo ano.

Para além dos videojogos e da chegada ao cinema, Sonic já teve inúmeras aventuras em desenhos animados transmitidos na televisão ao longo dos últimos 30 anos e conta ainda com uma longa série de aventuras publicadas em banda desenhada, que inclusive foi reconhecida pelo Guinness World Records como a mais longa história publicada baseada em videojogos.

Agora, a Netflix apresenta  Sonic Prime, uma nova série de animação que se encontra em início de produção com a colaboração da Sega, WildBrain e Man of Action Entertainment. A série terá 24 episódios tendo como público alvo “crianças, famílias e fãs de longa data”. que colocarão Sonic numa “aventura de alta velocidade onde o destino de um estranho novo multiverso está nas suas mãos com luvas”. A nova série será lançada em 2022. Diz o anúncio oficial da plataforma de streamingA aventura de Sonic é mais do que uma corrida para salvar o universo, é uma jornada de autodescoberta e redenção”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *