Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

O Lobo, de Jean-Marc Rochette

“O Lobo”, BD recebeu o prémio Wolinsky de la BD du Point em 2020, é uma das mais recentes novidades da Arte de Autor. O autor é Jean-Marc Rochette (O Expresso do Amanhã, Levoir 2020).

O Lobo, de Jean-Marc Rochette

O Lobo

A acção desenrola-se no coração do Maciço dos Écrins, no Vale de Vénéon. Um grande lobo branco e um pastor vão defrontar-se encarniçadamente, até ao limite das suas forças, acabando por firmar um pacto que lhes permitirá coabitar.

Tal como no seu álbum anterior, Rochette presta uma vez mais homenagem à alta montanha: à sua beleza, à sua violência, ao compromisso e à humildade necessários para aí sobreviver.

Procura também, através da ficção, encontrar uma porta de saída para o conflito irredutível entre dois pontos de vista igualmente legítimos: o dos pastores, que querem proteger a vida dos seus animais, e o dos parques naturais, que tentam salvar as espécies em vias de extinção.

O Lobo, de Jean-Marc Rochette

Jean-Marc Rochette

Nasceu em França est. Em 1975, realiza uma curta-metragem de animação, La chasse, ganhando o prémio dos Cineclubes de França. Em 1976, após um acidente, abandona a profissão de guia de alta montanha, para se dedicar à banda desenhada.

Em 1979, com Martin Veyron, cria a série Edmond le cochon. É nesta publicação que sucede ao desenhador Alexis com a série O Expresso do Amanhã (1982-1983), escrita por Jacques Lob, que venceria o Prémio “Témoignage chrétien” do festival de Angoulême em 1985. Em 1986, é publicado À tes souhaits, com argumento de Tito Topin. Com Benjamin Legrand, é publicado Requiem blanc em 1987. Segue-se Nemo et le capitaine vengeur, escrito por Jean-Pierre Hugot.

O Lobo, de Jean-Marc Rochette

No final dos anos 90, regressa a O Expresso do Amanhã, desta vez com Benjamin Legrand, com quem também tinha criado L’Or & l’esprit – Le Tribut (1997). Em 2000, é publicada Napoléon et Bonaparte, que obtém no ano seguinte o prémio Alph-Art humour do festival de Angoulême.

Em 2003, com René Petillon, inicia a série Louis et Dico, sendo ainda publicado em 2005 o álbum Cour Royale com Martin Veyron. Em 2009, é publicado Himalaya Vaudou, com argumento de Fred Bernard.

O Lobo, de Jean-Marc Rochette

Em 2015, retoma mais uma vez a série O Expresso do Amanhã, desta vez com Olivier Boucquet. Em 2018, também com Boucquet, é publicada Ailefroide : altitude 3954, uma banda desenhada autobiográfica que exprime a sua paixão pelo alpinismo na juventude. Esta obra é galardoada com o prémio Ouest-France – Quai des bulles 2018. Em 2019, regressa à série O Expresso do Amanhã, desta vez com Matz. Nesse ano, é também publicado Le Loup, galardoada com o Prix Wolinski de la BD du Point.

Argumento e Desenho:  Jean-Marc Rochette
Edição: Cartonada
Editor: Arte de Autor
Número de páginas: 112
Impressão:  cores
Formato: 202 x 285
Editor: Arte de Autor
ISBN:  978-989-9094-42-0
PVP: 25,00€

O Lobo, de Jean-Marc Rochette

 

O Lobo, de Jean-Marc Rochette

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Verified by MonsterInsights