Jogos – Crítica: Heave Ho (Switch)

Pelas mãos dos estúdios Devolver Digital e Lo Cartel, chegou à redacção do Central Comics a mais divertida aposta destes últimos meses para a Nintendo switch.

Heave Ho é um simples e carismático jogo de puzles à base da gravidade. Grupos de até quatro jogadores são convidados para uma divertidíssima aventura no sofá, a completar os puzles no melhor tempo possível, enquanto se agarram pela vida ao mapa e, como não podia faltar, uns aos outros.

Heave Ho traz consigo alguma nostalgia de meados de 2010, nomeadamente jogos como Qwop e Happy Wheels nos quais o controlo e os visuais eram secundários à diversão de jogar, no entanto Heave Ho ataca o fator “raiva” (causado principalmente nos níveis mais sádicos) com o seu grafismo pateta e divertido, e as suas mecânicas curiosas e joviais, seja o abutre que aparece para defecar em cima dos mandriões, seja o Lama com gazes que nos visita passados uns minutos de jogo. Não há como negar que é uma espécie de humor universal, o seu baixo nível ajuda ainda mais a dissipar quaisquer eventuais discussões entre jogadores.

Difícil, divertido, e bastante mais extenso do que dá a indicar. Cordas douradas surgirão de vez em quando para transportar os jogadores para os mais variados mini jogos onde poderão adquirir moedas para desbloquear conteúdos cosméticos, no modo multi-jogador há ainda uma moeda adicional em cada nível, uma recompensa digna para as parelhas de jogadores mais capazes e audazes.

  Jogos: Kingdom Rush Origins - Análise

Alguns sem dúvida vão traçar comparações com Snipperclips da Nintendo, mas para além do carisma muito próprio de Heave Ho, todo o sentimento de jogo é diferente. É mais simples e direto no seu gameplay, mas muito mais desafiante, e mesmo nas missões mais difíceis é difícil pousar o comando, especialmente quando se joga com companhia.

Heave Ho é, para lá de um produto, toda uma personagem, tanto na sua apresentação como nos momentos que proporciona.

Heave Ho já se encontra disponível na eShop(Nintendo Switch), Steam, GOG e Humble Store(Windows e macOS). A versão em Análise é a de Nintendo Switch.

A redacção agradece a simpatia da Devolver Digital.

Henrique Correia

Jovem dos 7 ofícios com uma paixão enorme por tudo o que lhe ocupe tempo. Jedi aos fins-de-semana!

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *