Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Cuphead chega em nova série da netflix

Quando diversas publicações elaboraram as listas dos melhores jogos da década de 2010 surgiram títulos como The Last of Us, Red Dead Redemption 2, Marvel’s Spider-Man, Fortnite, Dark Souls e … Cuphead!

A criação dos irmãos Chad e Jared Moldenhauer foi considerada uma uma carta de amor tanto para o estilo de animação bem tradicional das décadas de 1920 e 1930, assim como para o estilo de alguns jogos lançados nas décadas de 1980 e 1990. O jogo virou uma pequena sensação desde o lançamento do primeiro trailer.

Após o lançamento em 2017, o desafiante jogo recebeu críticas bastante favoráveis e venceu o prémio de melhor jogo indie em estreia e melhor videojogo independente no Game Awards.


O sucesso do estilo de animação tradicional do jogo migrou para as páginas de bandas desenhadas, escritas por Zack Keller e com desenhos de Shaw Dickinson, onde surgiram histórias totalmente novas.

Agora, a Netflix anuncia a estreia de A Série do Cuphead!,  uma “comédia de aventura que segue as desventuras originais do impulsivo Cuphead e do seu cauteloso irmão Mugman. Em todas as aventuras que vivem na sua surreal casa, em Inkwell Isles, eles estão sempre lá um para o outro.

A Série do Cuphead!, dá continuidade às personagens e ao mundo de Cuphead, com um estilo de animação inspirado pelos desenhos animados clássicos da Fleischer, dos anos 30.


A série conta com 12 episódios, que serão lançados a 18 de fevereiro.
Liderando o elenco vocal, da versão original em inglês, estão Tru Valentino como Cuphead e Frank Todaro como Mugman, contando ainda com as vozes de Joe Hanna, Luke Millington-Drake, Gray Griffin e Wayne Brady.

CJ Kettler desempenha as funções de produtora executiva pela King Features, e os criadores Chad e Jared Moldenhauer assumem as funções de produtores executivos pela Studio MDHR. A série tem produção da Netflix Animation e produção executiva de Dave Wasson (“Mickey Mouse Shorts“), produtor vencedor dos Emmy, com Cosmo Segurson (“Rocko: Antigamente é que era“) a desempenhar as funções de coprodutor executivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.