Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Colectivo Tágide: Antevisão para 2023

Em 2023, o Tágide celebra o 4º aniversário e marca a data com a reinvenção do colectivo: na vertente cultural, vai promover encontros ocasionais com autores e apresentação na nova sede, no Ateneu Popular de Montijo, e vai descontinuar a edição do fanzine Outras Bandas para passar a produzir antologias mais profissionais.

Em termos autorais, os seus membros continuam a realizar edições a solo; eis algumas antevisões: Em Janeiro, Patrícia Costa dá arranque ao ano e edita Crónicas de Enerelis: Volume 04 – Cicatrizes (Maegis). Ainda no 1º semestre, Daniel Maia assina Crónicas da Aldeia Galega: Malaposta, pela Câmara Municipal de Montijo, assim como publica a versão expandida de O Infante Portugal em Universos Reunidos (Kafre/Arga Warga), vencedor do XVI Troféus Central Comics: Melhor Obra Curta, co-assinada por José de Matos-Cruz, e com colaboração de Susana Resende. Para além desta, Susana Resende estreia-se com título próprio, uma antologia que reúne as BDs curtas que tem produzido desde 2013.

A encerrar a 1ª metade do ano, 
Duarte & Henrique Gandum (re)editam Congo: Um Mundo Esquecido (Volume 1 – Edição Definitiva), que não foi possível lançar no ano passado; a este, será mais tarde acrescido um teaser do vol.3. Sérgio Santos apresenta o primeiro Best Of da antologia H-Alt, que este ano interrompe a regular edição semestral para fazer rescaldo destes primeiros sete anos no mercado. O autor prevê editar ainda uma antologia a solo, AS-1000, com histórias de temática sci-fi e fantástico, no final do ano.

Por esta altura, o col. Tágide despede-se do formato de fanzine com Outras Bandas #9, a décima antologia editada em 4 anos.

No último trimestre, há vários títulos a assinalar, embora sem datas concretas: 
António Coelho estreia-se na escrita infanto-juvenil com Capitão Morsa e Seus Amigos (Cordel de Prata). Jorge Rodrigues prepara a sua antologia RoD! – 20 Anos a Procrastinar, que marca a sua estreia a solo e que reúne diversas BDs curtas criada ao longo dos anos. Mário André publica o 3º volume da colecção onde adapta os contos policiais de Fernando Pessoa, com Quaresma, o Decifrador: A Morte de D. João (Kustom Rats). E Nuno Dias apresenta o 2º número de Skratchbook, com conteúdos ainda por definir.

Mas mais colegas vão marcar um regresso no final de 2023… apenas, não podem ainda revelar os projectos na calha. Porém, preparem-se para mais BDs de 
Pedro CruzSusana ResendeJosé Bandeira e Daniel Maia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *