Brad Pitt ruma às estrelas em “Ad Astra”

Em Ad Astra Brad Pitt interpreta  o astronauta Roy McBride, líder de uma equipa que constrói a maior antena do mundo projetada para localizar vida alienígena avançada, quando um repentino surto de energia quase lhe custa sua vida.
Este incidente é o mais recente de uma longa série de catástrofes recentes que ocorreram na Terra, incluindo incêndios e acidentes de avião, causados por surtos elétricos que vêm ocorrendo devido a explosões radioactivas. A inteligência dos EUA acredita que essas explosões são o resultado de raios cósmicos emanados por explosões que aconteceram perto de Neptuno e do The Lima Project, uma antiga missão cuja nave desapareceu no espaço profundo 16 anos após o lançamento.

O comandante do projeto era o pai de Roy, H. Clifford McBride (Tommy Lee Jones), um astronauta lendário desaparecido há 16 anos. Embora Roy não o veja desde os 16 anos, Roy sempre o idolatrou. Enquanto herda a sua incrível tolerância ao risco e a sua crença de que as respostas para todos os enigmas físicos e metafísicos da vida estão no espaço profundo. Mas Clifford tinha sido um pai e marido distantes e sua a negligência ajudou Roy a ficar solitário e remoto, afastado dos relacionamentos, reprimindo todas as emoções positivas e negativas. Roy fica a saber que seu o pai, que ele pensava estar morto há muito tempo, pode estar vivo e fora dos limites do sistema solar. Roy tem que  comunicar com ele! Precisa encontrar o pai, porque ele pode estar a fazer algo horrível, cometendo potenciais actos de terrorismo nos anéis de Neptuno.
Nesta jornada Roy está acompanhado por Pruitt (Donald Sutherland), um astronauta reformado da SpaceCom e um dos amigos mais antigos do seu pai.

  Cinema: Crítica - O Caso DeLorean (2019)

A promoção do novo drama espacial Ad Astra apresentou dois trailers. A primeira apresentação do filme remeteu para um drama épico visualmente cativante, com alguns momentos mais intensos e narrações dramáticas. O segundo trailer explora o drama da história e o relacionamento entre Roy McBride e o seu pai, Clifford.

Nesta jornada Brad Pitt partilha o grande ecrã com Tommy Lee JonesRuth NeggaLiv Tyler e Donald SutherlandGary Gray (A Cidade Perdida de Z) realizou e também escreveu o argumento, com a colaboração de Ethan Gross . Brad Pitt acumula ainda a função de produtor, com Dede Gardner, Jeremy Kleiner, James Gray , Anthony Katagas, Rodrigo Teixeira e Arnon Milchan. A cinematografia foi confiada ao suíço Hoyte Van Hoytema, nomeado ao Oscar pelo seu trabalho em Dunkirk depois de ter surpreendido os espectadores com a fotografia de Interstellar.

A estreia mundial de Ad Astra aconteceu no festival de Cinema de Veneza e na próxima quinta-feira chega aos cinemas portugueses.

Em latim Ad Astra significa “para as estrelas”. É comum ser usado como abreviatura para Ad Astra per Aspera – “para as estrelas através de dificuldades”.

Ricardo Lopes

Começou a caminhar nos alicerces de uma sala de cinema, cresceu entre cartazes de filmes e película. E o trabalho no meio audiovisual aconteceu naturalmente, estando presente desde a pré-produção até à exibição.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *