“A Herdade” é o filme português candidato aos Óscares

A Herdade é o filme português candidato aos Óscares do próximo ano

A longa-metragem A Herdade, do realizador Tiago Guedes e do produtor Paulo Branco, foi o filme escolhido pelos membros da Academia Portuguesa de Cinema (APC), para representar Portugal nos Óscares 2020, na categoria de Melhor Filme Internacional.
Após a sua estreia mundial na competição oficial do 76.º Festival de Cinema de Veneza, onde o realizador Tiago Guedes foi distinguido com o Prémio Bisato d’Oro para Melhor Realização, o filme encontra-se agora no Festival de Toronto TIFF, marcando a primeira vez que um filme português é seleccionado para a secção Special Presentations do festival.

A Herdade” conta a saga de uma família portuguesa, proprietária de um dos maiores latifúndios da Europa, na margem sul do Rio Tejo, fazendo o retrato da vida histórica, política, social e financeira do nosso país, entre os anos 40 e os dias de hoje.


Para o Presidente da APC, Paulo Trancoso,

“Nos últimos dois anos o cinema português tem vindo a afirmar-se no plano nacional e internacional, não só por manter uma presença constante e destacada em festivais de cinema onde Portugal não participava há vários anos, mas também pelo crescente número de espectadores que acorrem às salas para ver filmes portugueses”

e prosseguiu

“Este ano, até agora a produção nacional levou às salas cerca de 490 mil espectadores, um aumento impressionante face aos 145 mil espectadores contabilizados no mesmo período em 2018. Todos os filmes que estavam nomeados à candidatura de Portugal para os Óscares – “Raiva” de Sérgio Tréfaut, “Parque Mayer” de António-Pedro Vasconcelos e “Variações” de João Maia – são filmes que demonstram a vitalidade e diversidade inequívoca do cinema português”

Este sábado, 14 de Setembro, A Herdade terá antestreia para o público em dose dupla: o Espaço Nimas recebe às 19h30 uma sessão extra aberta ao público para a primeira exibição portuguesa do filme. Os bilhetes já se encontram à venda na bilheteira do Espaço Nimas.
A segunda sessão de antestreia, já esgotada, tem lugar às 21h do mesmo dia, no cine-teatro do Cinema Monumental.
Os actores, o realizador e o produtor estarão presentes nas sessões.

  Cinema: Crítica - Equipa de Assalto (2019)

A Herdade chega aos cinemas portugueses  já na próxima semana, a 19 de Setembro.

Albano Jerónimo e Tiago Guedes apresentam o filme no Porto, no Cinema Trindade, a 22 de Setembro.

A Herdade tem nos principais papeis Albano JerónimoSandra Faleiro e Miguel Borges e um vasto elenco que inclui Ana Vilela da CostaJoão Pedro Mamede, João Vicente, Rodrigo TomásBeatriz Brás, Teresa Madruga, Diogo Dória, Ana Bustorff, Victoria Guerra, Cândido Ferreira, Álvaro Correia, Tonan Quito, João Arrais, Dinis Gomes, Marcello Urgeghe, entre muitos outros. O argumento é de Rui Cardoso Martins e Tiago Guedes com a colaboração de Gilles Taurand e a Direcção de Fotografia é de João Lança Morais. A Montagem é assinada por Roberto Perpignani. Isabel Branco assina a Direcção Artística e também o Guarda-Roupa, com Inês Mata. Francisco Veloso, Elsa Ferreira e e Pedro Góis assinam o Som. A Maquilhagem é de Íris Peleira. António Pinhão Botelho, Paulo Mil Homens e Ana Mariz são os Assistentes de Realização e Sofia Carvalho a Chefe de Produção.
A Herdade é uma produção da Leopardo Filmes e da Alfama Films, co-produzida por Carlos Bedran (CB Partners) em associação com a APM – Ana Pinhão Moura Produções.

O anúncio dos filmes nomeados para as 24 categorias dos Óscares será a 13 de Janeiro.A 92.ª cerimónia de entrega dos Óscares decorrerá no dia 9 de fevereiro de 2020, no teatro Dolby, em Los Angeles.

Ricardo Lopes

Começou a caminhar nos alicerces de uma sala de cinema, cresceu entre cartazes de filmes e película. E o trabalho no meio audiovisual aconteceu naturalmente, estando presente desde a pré-produção até à exibição.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *