Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Crítica BD: Alix Senator Vol. 3 – A Conjura das Rapaces

Alix Senator – Livro 3: A Conjura das Rapaces é a terceira entrada nesta série pela editora Gradiva, e que eleva o argumento a um patamar superior.Alix Senator 3 - A Conjura das Rapaces

Recém-regressado do Egito, devido aos acontecimentos que sucederam no livro anterior, O Último Faraó, Alix vê-se obrigado a encarar a corte imperial. E o Imperador Augusto reage mal ao facto de Alix ter poupado Enak que em tempos o havia traído em favor de Cleópatra. O protagonista vê-se assim no centro de um conflito entre o Imperador e a misteriosa Conjura das Rapaces, bem como com Khephren, aquele que sempre tratou como um filho e que agora o parece renegar.

A trama está bem armada num ambiente de conspiração, nem a personagem principal, Alix, está a salvo do julgamento do leitor ao longo da história.

Roma, no ano 12 a.C., mantém-se feroz e implacável perante o primeiro sinal de divergência, amizades são diariamente postas em causa, apenas as relações de interesse sobrevivem – como a capa desta BD tão bem retrata.

O trabalho de desenho, que nos é dado por Thierry Démarez é muito bem conseguido, através do seu traço de cariz realista. Uma imagem de marca que estes volumes adotaram. Temos igualmente uma bela palete de cores, onde as cenas mais escuras, são caracterizadas com sublimes azuis-escuros e amarelos oriundos da luz das tochas e fogueiras, os ambientes contrastam de forma única. Nota ainda para a introdução de alguns quadros de cariz mais bélico, com cenas de ação com inúmeros soldados que, não sendo perfeitas, dão variedade à obra.

Neste volume 3, entendemos que não podemos viver permanentemente em discórdia, mas parece que é desse ar que se respira em Roma. Enquanto uns prosperam, outros asfixiam e no dia seguinte o ciclo repete-se…

Valerie Mangin, é latinista e historiadora. Combinando Antiguidade e Ficção Científica, escreve as séries “O Flagelo dos Deuses”, em 2003, em 2012, lançou “Alix Senator”.

Thierry Démarez, um apaixonado pelo desenho e pela pintura, aprofundou a sua formação artística e tornou-se cenógrafo da companhia de teatro da Comédie Française. Desenhou o seu primeiro álbum em 2002. Em 2012, inicia a série “Alix Senator”.

Autores: Valerie Mangin
Ilustração: Thierry Démarez
Género: 
Banda desenhada, História
Editora: 
Gradiva                                                                    

Argumento: 10
Arte: 9
Legendagem: 6
Veredito final: 8

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *