GFloy revela novidades para 2018

2017 foi um ano recheado de muita e boa BD em Portugal. Muitas editoras estiveram activas e com grandes lançamentos. Ontem divulgámos o que aí vem da Goody. Hoje é a GFloy quem merece destaque!

E ao que parece, 2018 irá arrancar igualmente forte, com a GFloy a lançar cerca de 25 livros até ao Verão.

gfloy

Clica na imagem para ampliar

As séries iniciadas continuarão, mas pelo menos duas delas não estão incluídas na novidades: SAGA vol. 8 e Southern Bastards vol. 4, por ainda não terem saído os respectivos livros originais nos EUA. Assim estima-se que sairão em Portugal lá para Setembro.

Chu deverá ter mais dois volumes até ao Verão, tal como Harrow County (o volume 3 que tinha sido originalmente previsto para Dezembro sai já em Janeiro), e Outcast e The Wicked + The Divine mais um volume.

A editora dinamarquesa iniciará também novas séries: Descender, de Jeff Lemire e Dustin Nguyen, Os Malditos (The Goddamned), de Jason Aaron e RM Guéra, O Legado de Júpiter, por Mark Millar e Frank Quitely (de que lançaremos dois volumes até Julho).

Por falar em mark Millar e na Millarworld – muito na berra depois de ter sido adquirida pela Netflix – iremos ver também outros livros do autor: Imperatriz, com arte de Stuart Immonen, já em Janeiro; MPH, com arte de Dencan Fegredo, e Starlight, com arte de Goran Parlov.

Em termos de romances gráficos e de histórias auto-contidas, os grandes relevos vão para: Afirma Pereira, com arte do francês Pierre-Henry Gomont, que adapta o romance de Antonio Tabucchi do mesmo nome, e que foi um dos maiores sucessos do ano de 2016 em França; e The Fadeout, de Ed Brubaker e Sean Phillips, multi-vencedor nos Eisners, numa edição completa com cerca de 400 páginas! E ainda Indeh: Uma História das Guerras Apache, com argumento do actor Ethan Hawke e arte do veterano Greg Ruth.

E já em Janeiro Potter’s Field: O Cemitério dos Esquecidos, história a meio caminho entre o policial noir e a história de super-heróis (de Mark Waid e Paul Azaceta), e mais para final da Primavera, The Empty Man, uma história de terror com argumento de Cullen Bunn e arte de Vanessa Del Rey, que irá em breve tornar-se num filme.

Na Marvel, continuarão as sagas já iniciadas, com mais volumes de Uncanny X-Force e de Imortal Punho de Ferro (um de cada antes do verão, um de cada depois). Mas teremos também Jessica Jones: O Pulso, numa edição integral (de mais de 300 páginas) que junta toda esta saga da personagem num volume, em preparação do lançamento da nova série AKA Jessica Jones, mais para o fim do ano.

Já em Janeiro teremos também Thor: Os Últimos Dias de Asgard, uma saga autocontida escrita por Jason Aaron e com arte de Esad Ribic (mas que abre caminho para uma série que a Goody editará mais tarde durante o ano).

Mas a novidade grande é o lançamento de novas séries da Marvel: Cullen Bunn continua a constituir o seu catálogo, desta vez com a fenomenal série de livros de Deadpool que escreveu, de que o primeiro, Deadpool Mata o Universo Marvel (com arte de Dalibor Talajic) sai antes do Verão; e Ms. Marvel, uma das mais aclamadas e premiadas séries da Marvel de sempre chegará também na mesma altura à GFloy. E Wolverine regressará ao nosso catálogo mais para o fim do ano, mas sobre isso, notícias mais para a frente!

Ficam de fora os lançamentos de BD de autores portugueses que a Gfloy irá fazer em conjunto com a ComicHeart e que a seu tempo serão divulgados.


Especial G.Floy: 5 livros em análise!