Cinema: Crítica – “Foge”, de Jordan Peele

Foge é um thriller psicológico que nos deixa presos ao filme, como se estivéssemos numa cova funda, hipnotizados a vê-lo. É um filme que junta muito bem os géneros de terror e mistério, levando-nos praticamente a ficar “amarrados” à cadeira, intrigados com o desenrolar da história, com mistério existente e com um terror psicológico incrível.

Foge

Este filme conta a história de Chris Washington (Daniel Kaluuya), um jovem afro-americano, que vai conhecer a família de Rose (Allison Williams), a namorada. A família Armitage recebe Chris de forma calorosa – um pouco até de mais -, começando então Chris a estranhar tal exagero.

Sabemos pouco da família Armitage: Missy (Catherine Keener) é hipnoterapeuta, tendo o seu consultório em casa; Dean (Bradley Whitford) é neurocirurgião, e Jeremy (Caleb Landry Jones) é um estudante de neurocirurgia. Tudo naquela casa é estranho: a relação entre eles, incluindo a que têm com Georgina (Betty Gabriel), a governanta da família e com o jardineiro Walter (Marcus Henderson), as conversas que há entre eles e com Chris, e até mesmo a forma como falam. Uma das coisas interessantes neste filme é a maneira de se expressarem, mesmo quando se juntam em sociedade naquela casa.

Notamos a intensidade dramática do filme através da banda sonora e efeitos sonoros, brincando entre agudos e graves, e também da ausência de som. Neste filme notamos que existe todo o tipo de planos, sendo marcado por planos muito próximos para criar algum desconforto no espectador. Relativamente à fotografia do filme, podemos ver que não há o querer forçar o espectador para o que poderá acontecer, sendo então uma luz natural quer no exterior como interior. Quanto á montagem, aí podemos realmente ver que muitas vezes o filme é feito através da fantástica montagem de imagem e som que ajuda a que esta história de mistério e terror possa ser contada da melhor forma.

Classificação: 8/10

João Maria Calheiros


“Porque é que isto não está no filme?!” –
Análise a BvS Ultimate Edition

Subscreve o nosso canal de youtube: inscreve-te no youtube

Palavra de Jesus Pt. 4!