Cinema: Crítica – Kingsman (versão ante-estreia VIP)

IMG_1640Os Cinemas UCI no El Corte Inglês de Lisboa receberam na passada segunda-feira a ante-estreia do filme Kingsman – Serviços Secretos, baseado no comic de Mark Millar e Dave Gibbons. A sessão contou com a presença de alguns vips, para além do interesse de alguns meios de comunicação que estiveram pelo local e como seria de esperar o Central Comics não quis ficar para trás.

O colaborador Hugo Silva esteve lá e conta como foi. (Clica nas fotos para ampliar)

Existiam alguns pósters e pilares completamente forrados com personagens do filme, deixando logo ali a curiosidade e o interesse no que iríamos encontrar, algo que já existia em muitos dos que por ali se encontravam, afinal no elenco podíamos encontrar alguns nomes sonantes e que, por norma, são sinónimo de qualidade.

IMG_1645Pelas 21h já se encontrava uma boa fila, e a atmosfera de festa era acentuada pelos fotógrafos e repórters da SIC que tentavam entrevistar alguns dos famosos presentes. A fila foi rapidamente encaminhada para dentro da sala 12 e estava então tudo a postos para que começasse o filme.

Se há uma palavra para definir este filme, ela é “exagero”, se bem que neste caso fica melhor a expressão em inglês “over the top”. Isso é mais notório nos últimos 20 minutos da película, mas durante o tempo de exibição de Kingsman, foram vários os momentos de completo exagero que fazem as delícias de muito mas que provocam calafrios noutros.

IMG_1639É no entanto uma boa homenagem aos antigos filmes de James Bond, aliás estes são referenciados por diversas vezes nos diálogos, desde a estrutura narrativa aos gadgets utilizados, passando pela interpretação de alguns dos actores envolvidos, que souberam respeitar isso na perfeição.

IMG_1642Os diálogos são do melhor, são eles que dão o ritmo ao filme e as cenas de acção são sempre bem executadas, enquanto que os momentos de humor arrancam quase sempre uma sonora gargalhada em toda a sala de cinema. O pior é talvez a forma algo arrastada com que por vezes decorrem algumas cenas, algo que o realizador podia ter idealizado de uma outra forma.

Uma ou outra reviravolta no plot e vemos o filme chegar à recta final com algumas surpresas pelo meio e com um gostinho de querer mais filmes desta organização de agentes secretos.

3-5-stars

Texto: Hugo Silva, do blogue http://aindasoudotempo.blogspot.pt
Fotos: Rui Figueiredo