Crítica: OBSCURUM NOCTURNUS

É muito raro eu ler algum álbum de banda desenhada em português. Quando comecei a ler BD haviam alguns comics americanos no nosso idioma, mas era tudo muito incipiente e não era possível seguir uma série porque as editoras não podiam ou não se preocupavam em terminar o que iniciavam (neste aspecto tudo continua na mesma). Além disso é muito estranho comparar Sin City escrito no idioma original à sua versão em Português. Talvez seja preconceito ou apenas hábito, mas há coisas que soam melhor em inglês do que em português.

Mas o meu objectivo com este prelúdio não é desvalorizar o português ou o nosso mercado. Pode parecer estranho, mas onde quero chegar com isto tudo é que este OBSCURUM NOCTURNUS é uma excelente oportunidade para voltar a ler BD no idioma de Camões.

Obscurum Nocturnus

A história deste livro é relativamente simples. David Gois é um jovem adulto jornalista e escritor de livros de auto-ajuda com algum sucesso, descrente, ateu, insatisfeito com a vida que tem e que quer ser alguém importante na vida dos que o rodeia, mas também é um playboy convencido que vai aprender a ser um pouco mais humilde.

Obscurum NocturnusDiogo Carvalho escreve e desenha uma personagem multifacetada que em poucas páginas, se revela muito bem construída graças a um enredo bem pensado e ponderado, que está constantemente a apontar-nos numa direcção e depois nos surpreende com algo inesperado.

O livro começa pelo fim, ou melhor começa por nos aguçar a curiosidade e empolga-nos de forma a que não o queremos pousar. Cria logo um bom mistério, e ninguém quer deixar um mistério para desvendar no dia seguinte.

Depois do flash-forward das primeiras páginas e de uma breve capítulo relativo a um exorcismo, o autor começa a história do início e guia-nos pelos vários episódios que ajudam a explicar o acontecimento inicial e a dar-lhe ainda mais significado.

 

Ao longo das 126 páginas deste livro, vamos lendo muitos diálogos bem construídos que não são excessivamente demonstrativos e que ajudam a dar contexto a toda a acção.

 

Obscurum NocturnusUma das principais características da BD é a sua capacidade de aliar o texto ao desenho de formas criativas ao ponto de ser possível enriquecer uma cena com muito mais detalhes e subtextos que tornam a história principal ainda melhor. E este OBSCURUM NOCTURNUS, é um bom exemplo do que acontece, quando um artista sabe usar o seu talento para levar a história para outro patamar, uma vez que a narrativa é pautada por alguns momentos chave que são realçados por painéis que ajudam a criar impacto no leitor.

Neste OBSCURUM NOCTURNUS assistimos à transformação de um aveirense descrente num caçador de monstros, zombies e bruxas semi-nuas que não tem medo de espetar um Audi contra o muro de um cemitério!

É a loucura!!!

Não há nada para não gostar 🙂

Obscurum NocturnusObscurum Nocturnus

Obscurum Nocturnus

O Autor Diogo Carvalho estará presente no nosso evento Central Comics Fest, 12 de Julho no Hard-Club, Porto, com o livro à venda e em sessão de autógrafos.

Ficha técnica:

HISTÓRIA E ARTE: DIOGO CARVALHO
CORES DAS IMAGENS DA CAPA: SALVADOR POMBO
DESIGN, SEPARADORES DE CAPÍTULO E SITE: NELSON NUNES
MIOLO: 126 pág., TONS CINZA
ENCADERNAÇÃO: BROCHADA A CORES
EDIÇÃO E DISTRIBUIÇÃO: DIOGO CARVALHO
PARDILHÓ, PORTUGAL
1ª EDIÇÃO: JUNHO/2014
TIRAGEM: 300 EXEMPLARES
ISBN: 978-989-20-4699-0

Site, página Facebook e trailers

www.obscurumnocturnus.com

www.facebook.com/ObscurumNocturnus

https://www.youtube.com/watch?v=n9u7Y3LYEIE

https://www.youtube.com/watch?v=kYZw2JMsY_s