Troféus Central Comics: Heróis da Década – Os Vencedores

Troféus Central Comics: Heróis da DécadaAnunciado na sequência do XI Troféus Central Comics, fechámos o ciclo em dez anos de TCC com a celebração das obras e dos autores que anteriormente pedimos aos leitores para nos ajudar a consagrar, através da iniciativa Troféus Central Comics: Heróis da Década (TCC:HD).

Apresentamos os resultados…

A obra nacional comercialmente mais bem-sucedida dos últimos anos, várias vezes distinguida por cá e rapidamente difundida lá fora – As Incríveis Aventuras de Dog Mendonça & PizzaBoy vol.1, de Filipe Melo e Juan Cava, lançada em 2010 pela Tinta-da-China, foi eleita como Melhor Publicação Nacional da Década.

Criados pelo realizador/músico Filipe Melo e produtora Pato Profissional, a dupla Dog Mendonça e PizzaBoy atacou o mercado em força e alcançou as margens americanas, onde integra a Dark Horse Comics, numa inédita transição de obra portuguesa para aquela indústria. Concebida como aventura hollywoodesca, com acenos ao Horror e humor à mistura, a B.D. cativou o público, como comprova as sucessivas reedições e, agora, este novo prémio.

Pela Devir Edições chega a obra indicada para Melhor Publicação Estrangeira da Década; trata-se da multi-premiada e seminal origem do Homem-Morcego, narrada por Frank Miller e David Mazzucchelli – Batman: Ano Um. O volume em causa foi editado em 2001, durante os esforços iniciais da Devir em passar dos quiosques para escaparates de livrarias, pelo que é, curiosamente, a primeira edição de material estrangeiro premiado pelo TCC, agora aclamada pela importância que teve em validar a existência de super-heróis nos espaços antes mais dedicado às publicações francófonas.

Chegado à comunidade em 2005, o fanzine Venham +5, da Bedeteca de Beja, coordenado pelo director Paulo Monteiro, é dos vencedores mais frequentes no TCC e recebe o troféu de Melhor Publicação Independente da Década por ser a mais conseguida antologia de B.D. em memória recente. Embora haja outros merecedores, nenhum candidato iguala o Venham +5 em distinções, qualidade de edição e optação de conteúdo, ou mesmo em projecção, realizando tiragens de volume e com distribuição que abrange a maioria do país (e arredores).

Troféus Central Comics: Heróis da DécadaNas eclécticas páginas desta antologia já passaram centenas de autores, tanto nacionais como doutros cantos do mundo, e continuam a ser ali apresentados ilustres desconhecidos que vêem a reforçar as trincheiras portuguesas da B.D. Salienta-se ainda o feito, inédito até à data, de ter realizado a mais extensa edição colectiva da história de B.D. nacional: o vol.5 (2007), que totalizou 225 páginas!

Outro nome incontornável da nossa B.D. (hoje em dia aposentado dos quadradinhos), o troféu Melhor Argumentista Nacional da Década foi entregue a José Carlos Fernandes, pelo extraordinário trabalho feito na série A Pior Banda do Mundo, decorrida entre 2001 e 2009.

O autor, que começou tarde nas lides da arte sequencial, editando fanzines e pequenos livros, depressa granjeou reconhecimento na área e escalou os pícaros do mercado até à sua consagração, comercial e crítica, aquando da estreia desta colecção pela Devir Edições, sob aposta por José de Freitas. Trata-se de um prémio merecido, pelo percurso pessoal do autor e pela marca indelével que deixou na passada década como um dos nossos embaixadores, tendo transposto as suas criações para mercados europeus.

Por último, outro nome sinónimo de orgulho lusitano, o ilustrador Filipe Andrade foi distinguido como Melhor Artista da Década, tendo-se se popularizado em anos recentes por uma afortunada entrada na indústria de comics e trabalho na editora Marvel. Em Portugal, o Filipe afirmou-se via a série de aventura BRK, escrita por Filipe Pina, inicialmente seriada no BDjornal mas depois compilada e concluída pela Asa Edições, cuja edição foi distinguida no TCC em 2010.

Embora a conclusão da série tarde, o Filipe continua a desenvolver bons trabalhos de fulgor autoral e do agrado dos gostos mainstream no mercado americano, encabeçando a onda de artistas nacionais que para ali transitam, e  demonstrando aptidão também em digital-art.

Este é um caso em que se pode de facto dizer que todos são vencedores, pelo que o Central Comics dá parabéns aos autores e editores que ao longo destes dez anos contribuíram e elevaram a comunidade de B.D. portuguesa e respectivo mercado. Que os próximos dez anos sejam tanto ou ainda mais inspirados, repletos de obras com êxito, que os leitores e fãs possam apoiar e apreciar.

TCCN-HD: MELHOR PUBLICAÇÃO NACIONAL 2001-2012 

As Incríveis Aventuras de Dog Mendonça e Pizza Boy vol.1 (Tinta-da-China) – 26%

A Pior Banda do Mundo 1 – O Quiosque da Utopia (Devir) – 22%

Há Piores!… vol.1 (Polvo) – 9%

Superfuzz – Vai sonhando, Paiva… Vai sonhando! (Devir) – 8%

O Amor Infinito que te tenho (Polvo) – 5%

Arte de José Carlos Fernandes (Correio da Manhã/Devir) – 4%

Há Vida em Markl: Desde 1971 (Gradiva) – 4%

BDjornal (Pedranocharco) – 3%

Cogito Ego Sum II (Booktree) – 3%

Salazar, agora na hora da sua morte (Parceria A.M.Pereira) – 3%

Camões, de vós não conhecido nem sonhado? (Plátano) – 2%

Cartoons do Ano 2010 (Assírio & Alvim) – 2%

Dicionário Universal de BD (Pedranocharco) – 2%

Obrigada, Patrão! (Asa) – 2%

BRK vol.1 (Asa) – 1%

Comix Magazine (Devir) – 1%

Israel Sketchbook (Asa) – 1%

Catálogo 17º FIBDA/2006 (CNBDI) – 0,5%

Os Portugas no Dakar vol.2 (Plátano) – 0,5%

Os Compadres (Polvo) – 0,5%

Sobre BD (O Círculo de Abuso) – 0,5%

TCCN-HD: MELHOR PUBLICAÇÃO ESTRANGEIRA 2001-2012

Batman: Ano Um (Devir) – 15%

Blankets (Devir) – 13%

A Liga de Cavalheiros Extraordinários vol.1 (Devir) – 10%

300 (Norma Editorial) – 9%

Sin City 2 – Mulher Fatal (Devir) – 8%

A Fábula de Bagdad (BDmania) – 7%

Peanuts – Obra Completa vol.1: 1950–1952 (Afrontamento) – 7%

Homem-Aranha (Devir) – 6%

Marvels (BDmania) – 6%

Corto Maltese – As Etiópicas (Asa) – 5%

HellBoy 4 – A Mão Direita do Apocalipse (G-Floy!) – 4%

Tintim – O Sonho e a Realidade (Verbo) – 2%

World Press Cartoon 2008 (WPC) – 2%

A Cidade de Vidro (Asa) – 1%

Dragon Ball 1 – Son Goku (Asa) – 1%

Hergé, filho de Tintim (Verbo) – 1%

O Gato do Simon 1 – Os Gatos são mesmo Assim! (Objectiva) – 1%

Quinoterapia (Teorema) – 1%

Mutts 4 – Mais Coijas! (Devir) – 0,5%

Scott Pilgrim 1 – Na Boa Vida! (Booksmile) – 0,5%

TCCN-HD: MELHOR PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE 2001-2012

Venham +5 (Bedeteca de Beja) – 32%

Os Murmúrios das Profundezas (R’lyeh Dreams) – 20%

All-Girlz (Arga Warga) – 16%

Tertúlia BDzine (Geraldes Lino) – 15%

C.A.O.S. #1 (Kingpin Comics) – 10%

Sketchbook #3 (Nono Império) – 4%

Cyber Extratus #0 (Colectivo Extratus) – 3%

TCCN-HD: MELHOR ARGUMENTISTA NACIONAL 2001-2012

José Carlos Fernandes – 23%

Filipe Melo – 21%

David Soares – 15%

André Oliveira – 13%

J.B. Martins – 11%

Filipe Pina – 7%

Susa Monteiro – 7%

Cris Lou – 1%

Fernando Dordio Campos – 1%

Joana Lafuente – 1%

 

TCCN-HD: MELHOR ARTISTA NACIONAL 2001-2012

Filipe Andrade – 15%

Carla Rodrigues – 13%

Daniel Maia – 11%

Jorge Coelho – 10%

José Carlos Fernandes – 10%

Luís Louro – 9%

Joana Lafuente – 8%

Miguel Rocha – 6%

Susa Monteiro – 6%

Jorge Miguel – 5%

João Mascarenhas & Gastão Travado – 3%

Pedro Carvalho – 3%

Nuno Sarabando – 1%